Lista de Bolsas de Ação Social e de Mérito

Se tiveres alguma questão contacta acaosocial@ae.fct.unl.pt.

Lista de Bolsas de Ação Social e de Mérito

As bolsas de Ação Social destinam-se a diversos tipos de apoio financeiro, no sentido de promover melhores condições aos estudantes universitários, nos diversos ciclos de estudo. Em seguida, segue-se uma lista das diversas bolsas às quais poderás recorrer:

Bolsa da Geração Nova - Bolsas de estudo dos SASNOVA

Têm como objetivo principal apoiar os estudantes da Universidade Nova, não só com as propinas universitárias, como também abrangem o apoio em material escolar, material digital, computadores, alojamento, alimentação, transporte, entre outros. Este bolsa abrange os alunos no 1º e 2º ciclos de estudo.

Subsídio de emergência

Este subsídio é uma comparticipação que se destina a dar respostas imediatas a situações pontuais que possam surgir durante o percurso académico e que condicionem a progressão dos estudos. Abrange todos os ciclos de estudo.

Colaboração de estudantes

Esta colaboração está integrada no fundo de apoio social e tem o objetivo de incentivar os estudantes em participar em atividades, projetos e ações promovidas por unidades orgânicas e serviços da Universidade Nova. O apoio será de 5€/h, podendo o valor ser revisto pelos conselhos de Ação Social. Abrange os alunos de 1º ciclo e em mestrado integrado.

Relativamente às 3 bolsas acima apresentadas, segue-se o link onde poderão obter informação mais detalhada sobre as respetivas bolsas: https://sas.unl.pt/bolsas/bolsas-de-estudo/

Atribuição Bolsas de Estudo DGES no âmbito do sistema de apoios sociais

Estas bolsas de estudo podem ser atribuídas aos estudantes inscritos em:

– Cursos Técnicos Superiores Profissionais

– Cursos de Licenciatura

– Cursos de Mestrado Integrado

– Cursos de Mestrado

 

O valor da bolsa mínima é de 871 €, correspondente a 125% da propina máxima paga pelo estudante de licenciatura, 697 €. São elegíveis para as bolsas de Ação Social, no ensino superior, todos os requerentes cujo agregado familiar tem um rendimento per capita inferior a 8 962 €. Iniciou-se no dia 25 de junho, e termina dia 30 de setembro, o período de submissão de requerimentos à atribuição destas bolsas. Previamente, deve-se ler o Guia do Candidato, que oferece ajuda no preenchimento da candidatura, e também as Perguntas Frequentes, caso surja alguma dúvida durante este.

Finalmente, para os mais interessados, basta aceder ao site https://www.dges.gov.pt/wwwbeon/, e efetuar a candidatura.

Nota importante: Existem concelhos com bolsas para os estudantes que residem nesse mesmo concelho. Informa-te junto da tua junta de freguesia!

Bolsa da Fundação Caixa Agrícola Costa Azul

Atribuição de duas bolsas pela fundação Caixa Agrícola no valor mensal de 250 € por mês, durante 10 meses, com início em outubro. Para ser possível efetuar a candidatura, é necessário que qualquer um dos progenitores do candidato ser Cliente da Caixa Agrícola da Costa Azul, reunindo essa condição, pelo menos, à data de 31 de dezembro do ano anterior à candidatura e residir em qualquer um dos concelhos da área de ação geográfica da Caixa Agrícola da Costa Azul, a saber: Santiago do Cacém, Grândola, Sines; Ourique; Setúbal e Sesimbra. Ainda deverá demonstrar dificuldade no pagamento das propinas (apresentando uma declaração e rendimentos do agregado familiar, entre outros). Para além disto, o aluno deverá ter uma média superior a 14 valores no ano letivo anterior. Caso se verifique que o aluno já não tem carência ou o aproveitamento decresça, então a bolsa será retirada. Inscrições desde 13 de Setembro até 20 de Outubro.

Bolsa da Fundação Rotária Portuguesa

É uma bolsa de estudo atribuída pela Fundação Rotária Portuguesa, que tem o apoio monetário de um Clube Rotário, uma Pessoa Singular – Rotária ou não – ou Coletiva – Empresas Privadas ou Públicas, designadamente Câmaras Municipais. São utilizados os critérios da Fundação Rotária Portuguesa, baseados no mérito elevado e no baixo rendimento do agregado familiar, dentro dos parâmetros estabelecidos no protocolo. O valor da bolsa consiste em 750 €. (informação relativa ao ano letivo 2021/2022 dado que as candidaturas ainda não começaram para o ano letivo atual).

Bolsa da Associação Duarte Tarré

25 bolsas de estudo são atribuídas a jovens, entre os 18 e os 25 anos, que atualmente ingressam no ensino superior (licenciatura, mestrado ou doutoramento). Para se candidatar a esta bolsa será necessário redigir uma carta, onde se apresentam os motivos de candidatura. Para além disto, é necessário ter uma média de 14 valores no semestre anterior à candidatura e uma declaração do agregado familiar e respetivos rendimentos. Esta bolsa pode coexistir com outras de que o estudante usufrua, mas terá de ser comunicada à associação. O valor mínimo das bolsas ronda os 1 200 €. A bolsa é entregue em duas fases. Para usufruir da segunda fase da bolsa, é necessário que o aproveitamento académico do estudante seja verificado novamente no seguinte semestre. Inscrições desde 19 de Setembro até 20 de Outubro.

Bolsa Novos Talentos da Gulbenkian

Bolsas que visam apoiar a investigação e o talento de alguns estudantes na área da matemática, física, biologia, química e ciências sociais. Para concorrer a esta bolsa é necessário ter inscrição, no ano letivo 2022-2023, no 2.º, 3.º ou 4.º ano de cursos de licenciatura ou de mestrado integrado; ou no 1.º ano de cursos de mestrado, numa instituição de ensino superior portuguesa. Para além disso, é necessário ter uma média das classificações das disciplinas realizadas no ensino superior, até ao momento da candidatura, igual ou superior a 17 valores. 

A bolsa fornece apoio no valor de 1 000 € para o prosseguimento de estudos, nomeadamente o pagamento de propinas, assim como para estímulo à investigação; apoio no valor de 1 500 € para atividades de enriquecimento de talento, como, por exemplo, cursos de formação avançada; participação em conferências e escolas de verão; estágios, cursos de línguas, aquisição de livros e material de laboratório, entre outros (valor a atribuir mediante proposta da Comissão Científica); e, ainda, apoio no valor de até 3 000 € para candidatos que apresentem um valor anual de rendimento per capita do agregado familiar inferior a 12 000 €. Nota: Para solicitar esta última componente, os candidatos têm obrigatoriamente de apresentar comprovativo de candidatura à bolsa de ação social da Direção Geral do Ensino Superior no ano letivo 2022-2023, uma vez que a Fundação Gulbenkian considerará como válidos, os rendimentos calculados pela Direção Geral do Ensino Superior (DGES).

Bolsa de estudos da Fundação António Aleixo

O período para apresentação de candidaturas a bolsas de estudo para o ano letivo 2022/2023 decorre entre os dias 1 a 31 de outubro de 2022 .

Poderão candidatar-se alunos a frequentar Instituições Nacionais do Ensino Superior Público, bem como a frequentar cursos do Ensino Superior Privado e Cooperativo, desde que estes não existam em Instituições Públicas.

Constituem requisitos para a candidatura das Bolsas de Estudo os seguintes:

  • Não ter idade superior a 25 anos à data da 1.ª candidatura para Licenciaturas, Mestrados e Mestrados Integrados;
  • Ser residente há mais de 5 anos no concelho de Loulé;
  • Ser natural do concelho de Loulé, ou filho de naturais do concelho de Loulé, residindo fora deste há menos de 3 anos;

A formalização das candidaturas deverá ser efetuada nas instalações do Centro Comunitário de Quarteira – Sitio da Abelheira, em Quarteira.

X